26 de novembro de 2020

Franca

VOLTA ÀS AULAS

'Os meus filhos não voltariam', diz secretário de Saúde

Por 11 votos a 1, o Conselho Municipal de Educação decidiu aprovar documento com posição contrária à retomada das aulas em 2020. O órgão tem caráter consultivo e não vincula obrigação do município.

Franca 17/09/2020

Reprodução
Flávia Assis. presidente do Conselho Municipal de Educação: posição quase unânime contra a volta às aulas
O secretário de Saúde de Franca, Conrado Netto, disse ontem, durante reunião do Conselho Municipal de Educação, que é possível criar protocolos para tentar diminuir os riscos de contágio caso a prefeitura decida pela volta às aulas neste ano. Apesar da condição técnica, Netto avalia que seria melhor e mais seguro deixar o retorno para o ano que vem. “Meus filhos não estão em idade escolar. Se estivessem, não iriam. Os meus filhos não voltariam”, disse Conrado Netto.

A opinião do secretário não foi exceção à regra. O chefe da Vigilância Epidemiológica, Homero Rosa, alertou para o momento delicado que o combate ao coronavírus enfrenta na cidade. “A fase amarela não corresponde à realidade epidemiológica de Franca”, afirmou. “Não é recomendável o retorno às aulas (neste instante)”. Rosa acredita que a partir de meados de outubro vai haver uma desaceleração e o ritmo de contágio vai perder força. Por isso, defende que a discussão sobre uma eventual retomada das aulas seja suspensa por, pelo menos, 45 dias. Só depois deste prazo, sustenta, seria possível avaliar a segurança da retomada das aulas presenciais.

O secretário de Educação, Eduardo Guerra, servidores da rede municipal e técnicos da prefeitura apresentaram projeções sobre como poderia acontecer a volta às aulas, caso fosse essa a decisão do governo. Rodízio de alunos, com a presença de 35% de estudantes por dia, uma intrincada logística para garantir o abastecimento das unidades de ensino com produtos de limpeza adequados à higienização dos ambientes, fornecimento de EPIs para professores e servidores, além de reformas de adaptação em algumas escolas e contratação de 116 professores substitutos para o lugar daqueles que precisariam ser afastados pelo risco de contágio foram algumas das ações elencadas por Guerra como desafios para serem superados no processo de retomada.

O secretário de Educação também apresentou o resultado da pesquisa encomendada pela prefeitura para avaliar a opinião dos pais de alunos sobre a volta às aulas. Segundo o levantamento, 82,7% dos pais de alunos são contra a volta às aulas neste ano (leia mais).

O vereador Corrêa Neves Jr, presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal, participou do encontro a convite da presidente do CME, Flávia Assis Freitas. Diante do receio dos pais, do quadro de preocupação apontado pelo médico Homero Rosa e da posição do secretário Conrado Netto, o vereador Corrêa Neves argumentou que seria mais prudente e racional deixar a retomada, com segurança, para o que vem. “Todo esse esforço mostrado pelo secretário Eduardo Guerra, com custos elevados e riscos também, resultariam em menos de 30 dias de aula neste ano. Não vejo muito sentido em retornar em meados de novembro. Por que não deixar para o ano que vem, liberar e tranquilizar os pais e professores e focar os esforços na retomada em 2021? Especialmente, na recuperação da defasagem dos alunos”, disse.

A presidente do Conselho, Flávia Freitas, também disse ser contrária à retomada das aulas neste ano, mas ressaltou que era uma posição pessoal e que o a decisão do Conselho dependia da votação pelo colegiado. A votação aconteceu ontem mesmo, no final do encontro. Por 11 votos a 1, o Conselho decidiu aprovar documento se posicionando contrariamente a retomada das aulas em 2020. O órgão tem caráter consultivo e não vincula obrigação do município. A decisão final cabe ao secretário de Educação e ao prefeito de Franca, Gilson de Souza. Não há prazo para uma definição.



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • José
    17/09/2020 3 Curtiram
    Parabéns sabia decisão, não é o momento certo de volta às aulas
  • Leonardo
    17/09/2020 1 Curtiu
    A questão é simples, eles podem garantir a saúde das crianças ? Realmente há esta necessidade já que o ano se perdeu mesmo e todos vão passar de qualquer forma ? Não adianta fazer isso agora , tinha que ter planejado isso no inicio, capacitando os professores, montando uma plataforma de EAD para acompanhar os alunos e não jogar ao vento tarefas e mais tarefas sem explicação como os professores fizeram, salvo alguns.
  • Luis
    17/09/2020 3 Curtiram
    Parabéns pela decisão, não tem lógica voltar às aulas neste ano.
  • Secretário
    17/09/2020 6 Curtiram
    O Sr. é uma piada, e todos vocês que votaram contra as aulas. A própria educação brasileira se faz uma piada pronta com toda essa novela... enquanto na China o PIB nas alturas
  • MARCOS BRAGA
    17/09/2020 5 Curtiram
    F R A U D E M I A
  • joao basco
    17/09/2020 1 Curtiu
    Finalmente pessoas sensatas em algum setor do poder público dessa cidade
  • Paula
    17/09/2020
    Secretario....vc nao deve ter filhos que estudam na rede municipal ne p falar assim. Caso uma crianca pegue e morra....vc nao trazer ela de volta p familia ...me poupe...afff
  • Joao
    18/09/2020
    Um tanto quanto complicado, mas o difícil de entender é que faz uns 6 meses que se estamos enfrentando essa situação e até agora os órgãos públicos nao se prepara pra retomada das aulas, nao tiveram tempo??? Ou não há pessoas competentes para organizar isso. Estranho também que várias pessoas falam que não mandaria seus filhos pra escola, ok, mas no shopping podem ir, no centro andar atoa, se aglomerar em praias podem??? Vivemos numa sociedade hipócrita. Mas uma pergunta deixo. Estão querendo que as aulas voltem só ano que vem, entao quer dizer que a partir de 1° de Janeiro de 2021 o vírus vai desaparecer??? Acha mesmo que nossos governantes vão se organizar?? Tenho 3 filhos em idade escolar ok.
    • Paula
      19/09/2020
      Se quiser mandar seus filhos mande. Nao vou shopping...nem em praia...em lugar nenhum no momento . A coisa ta seria...esse virus veio p matar e abrindo tudo nesse momento e so seguir os jornais daqui e acompanhar.....Os médicos dissem que vai piorar e mto aqui .O momento é critico e nao sabemos o nosso amanha
  • Thiago
    18/09/2020
    Tenho filho e não participei da pesquisa. Deveriam fazer a pesquisa com todos.
  • Sandro
    18/09/2020
    Isto fica em casa e cria um monte de franguinho de granja mimados sem resistência alguma contra qualquer doença,o mundo comunista irracional cheio de mimimi um montinho de cocô.
Veja mais Local

CLIMA EM FRANCA

28°
17°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena: 2318
    Sorteio: 28, 44, 52, 54, 58, 60 Data: 14/11/2020
  • Quina: 5418
    Sorteio: 22, 35, 44, 53, 66 Data: 17/11/2020