21 de setembro de 2020

Nossas Letras

Serei do amor súdito ao vassalo

Oh noite oceano de mistério profundo, / vem meu amado - nele navego seguro. - Baltazar Gonçalves

Nossas Letras 11/07/2020

Oh noite oceano de mistério profundo,

vem meu amado - nele navego seguro.

 

Em seus pés cansados da lida

derramarei óleo de olíbano

guardado em cântaro de prata;

na face as marcas do tempo

são meus nomes tatuados.

 

O amor em tempo da pandemia

é orvalho sobre tomilho úmido;

aroma da manjerona fresca

plantada aos pés da laranjeira.

 

Cabelos grisalhos, ramas de hortelã.

Suspiro eterno, doce cálculo do perfeito.

Hálito verde da cidreira, ardor dos cuidados efêmeros.

 

Coroarei meu amado rei no meu reino,

fiz pra ele coroa singela de mini rosas

em trama pontuada por de erva-doce.

 

Serei do Amor súdito vassalo:

depois de vencida as batalhas

é quem rege minhas vastidões.



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • isabel sango
    12/07/2020
    Poema muito lindo
Veja mais Textos

CLIMA EM FRANCA

32°
18°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena: 2301
    Sorteio: 17, 18, 35, 36, 47, 52 Data: 19/09/2020
  • Quina: 5370
    Sorteio: 07, 10, 29, 41, 68 Data: 19/09/2020