22 de setembro de 2020

Culinária

Bolo de cenoura com casquinha de chocolate

Cobertura. O charme do bolo de cenoura é a cobertura firme, feito casquinha, que não entranha no bolo nem suja as mãos.

Culinária 27/06/2020

Ingredientes

Massa

  • 4 cenouras pequenas
  • 3 ovos
  • 1 xícara (chá) de óleo
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
Cobertura

  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1 xícara (chá) de chocolate em pó
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 5 colheres (sopa) de leite
Acho que nunca se fizeram tantos bolos nas casas brasileiras como nesses últimos meses. Forçadas a permanecer em quarentena, que já dura muito mais de quarenta dias, as famílias buscaram na cozinha uma forma criativa e apetitosa de passar o tempo. Como de bolo todo mundo gosta, pode-se dizer que tem acontecido verdadeiro festival deles no país. E é mesmo bom prepará-los, ver que crescem dentro do forno, espetar um palito na massa aos 40 minutos para se certificar de que assou, aplaudir quando no final a superfície se mostra  certinha, sem nenhum relevo a lembrar monte, depressão ou erupção. Isso significa que as medidas dos ingredientes estavam corretas, a entrada deles respeitou a ordem devida, o batimento à mão, no liquidificador ou na batedeira foi suficiente e o forno manteve exata sua temperatura. O bolo perfeito, lindo e perfumado, leva todo mundo a torcer para que esfrie logo a fim de ser consumido.

Dentre os muitos bolos da gastronomia brasileira, o de cenoura é hors concours entre as crianças. Só divide o lugar com o de chocolate. Aliás, o chocolate é imprescindível na cobertura  do bolo de cenoura e aí se abre todo um capítulo de  preferências.  Porque ela pode ser de muitos tipos, e cada uma delas tem seus defensores. A calda pode entranhar no bolo, ficar molenga na superfície, escorrer pelos lados. Pode ser de brigadeiro, mais consistente. Pode formar uma película fininha feito espelho. Ou exibir uma casquinha firme, como a mostrada na  foto que ilustra o texto. Para cada cobertura, um segredo.

Custei a chegar ao resultado que pretendia. Depois de muito ensaio e erro descobri que devo colocar calda quente no bolo frio e cortar antes que ela esfrie de vez, senão pode quebrar. O tempo de fervura é de cinco minutos- nem mais, nem menos. Ah, para a massa, o tamanho da assadeira também importa: 30 x 20 cm aproximadamente e 6 cm de altura, para a quantidade de ingredientes listados aqui. Se a forma for rasa, a massa transborda e você perde seu tempo e seu dinheiro. Aqui não se pode improvisar. Seguindo à risca a receita e as dicas, você vai se sentir orgulhosa por oferecer um bolo superfofo com  cobertura firme, bonita e deliciosa.

Um aspecto estimulante da receita é o uso do liquidificador, utensílio tão prático que é impossível pensar numa cozinha onde ele não esteja presente. Coloque-o na bancada da sua pia e vamos começar. Raspe as cenouras e corte em rodelas finas, pelo bem do motor de seu eletrodoméstico. Se conseguir cenouras orgânicas, seu bolo vai ficar com o sabor ainda mais acentuado. Depois das cenouras, despeje o óleo. Em seguida, os ovos- um a um, no procedimento padrão de quebrar cada unidade em tigelinha antes de empregar. Assim, se um estiver estragado você não vai perder a massa. Coloque também o açúcar. E bata por cinco minutos. É preciso que a cenoura seja mesmo triturada.  Feito isso, despeje o líquido numa tigela grande e vá juntando a farinha (previamente peneirada), mexendo para amalgamar tudo muito bem. Por fim, agregue o fermento e mexa delicadamente para que ele  penetre  toda a massa, fazendo com que ela cresça de forma homogênea.  Despeje na assadeira untada e polvilhada com farinha. Dê umas batidinhas na forma para que o ar seja expulso do fundo. E leve ao forno previamente aquecido a 180 graus por 40 minutos. Faça o teste do palito. Se completamente assado retire do forno e coloque sobre grade (pode ser a do fogão)  para esfriar.

Quando o bolo estiver quase frio, prepare a calda. Coloque os ingredientes numa panelinha, mexa bem e leve ao fogo médio. Não pare de mexer e quando começar a ferver conte cinco minutos- é o tempo de dar o ponto. Desligue e esparrame quente sobre o bolo já frio. Aguarde a calda amornar e corte em quadrados.



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

Veja mais Receitas da Sônia

CLIMA EM FRANCA

23°
16°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena: 2301
    Sorteio: 17, 18, 35, 36, 47, 52 Data: 19/09/2020
  • Quina: 5371
    Sorteio: 02, 22, 37, 59, 77 Data: 21/09/2020