26 de novembro de 2020

Opinião

Pode trabalhar?

Quem trabalha em atividade insalubre está se perguntando se pode ou não continuar trabalhando depois de aposentado. A melhor resposta é: depende.

Opinião 21/06/2020

Trabalhadores da área da saúde (como médicos, dentistas, enfermeiros, etc), mecânicos, eletricistas, sapateiros ... Enfim, quem trabalha em atividade insalubre, isto é, nociva ou prejudicial à saúde ou integridade física está se perguntando se pode ou não continuar trabalhando depois de aposentados, após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), no dia 05 de junho, pois o INSS cogita realizar um “PENTE FINO” para cortar esses benefícios. A melhor resposta é DEPENDE.
 
Por maioria de votos (7x4), o STF decidiu que o trabalhador que recebe aposentadoria especial não tem direito à continuidade do recebimento daquele benefício se continuar ou voltar a trabalhar em atividade especial. Não há impedimento para exercer outra atividade, desde que esta outra atividade não seja especial. 
 
Quem se aposentou por tempo de contribuição, com a consideração do tempo especial, também pode continuar trabalhando normalmente.
 
Portanto, o problema fica com quem se aposentou com a aposentadoria especial.
 
Deste modo, por exemplo, da forma como ficou decidido, se o dentista aposentar com a aposentadoria especial, não pode ser dentista?
 
Na verdade, não é bem assim. Há possibilidade, dentro da própria lei, do profissional que se aposentou com a dita aposentadoria continuar seu labor.
 
Uma delas está relacionada ao conceito da aposentadoria especial. A atividade especial é aquela em que o segurado fica exposto de forma habitual e permanente a agentes nocivos ou prejudiciais à saúde ou integridade física. Se a exposição for ocasional e/ou intermitente, há o agente nocivo, mas não é atividade especial. Exemplificando: se o dentista passar a atender seus pacientes esporadicamente, estará exposto a agentes nocivos (mas não de forma habitual e permanente), não sendo pois considerada como atividade especial.
 
Existem inúmeras outras situações em que o segurado poderá trabalhar sem problema algum. O ideal é conversar com um advogado especialista da área, no caso de dúvida, para evitar problemas no futuro.


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

Veja mais Artigos

CLIMA EM FRANCA

28°
17°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena: 2318
    Sorteio: 28, 44, 52, 54, 58, 60 Data: 14/11/2020
  • Quina: 5418
    Sorteio: 22, 35, 44, 53, 66 Data: 17/11/2020