02 de abril de 2020

Franca

SEGURANÇA

Total de mortes no trânsito de Franca caiu 22% em 2019, mas 43 morreram

O número de mortes ficou abaixo dos 55 registrados em 2018, o mais violento dos últimos anos

Franca 11/01/2020 - Repórter: Kaique Castro, especial para o GCN
Foto de: Dirceu Garcia/Comércio da Franca
O tenente Régis Mendes é o responsável pelo Pelotão do Trânsito em Franca: campanhas têm ajudado a reduzir acidentes
Apesar do alto número de acidentes registrados diariamente nas ruas de Franca, 2019 interrompeu a escalada da quantidade de mortes no trânsito da cidade. Após três anos registrando um aumento no número de vítimas fatais, ano passado a Polícia Militar registrou 12 mortes a menos em acidentes em comparação com 2018. No entanto, de janeiro a dezembro do ano passado, 43 perderam a vida no trânsito francano. O levantamento da Polícia Militar também revelou que, mais uma vez, os motociclistas são os que mais morrem.

Para o tenente Régis Antonio Mendes, responsável pelo Pelotão do Trânsito, apesar do alto número de acidentes registrados no ano, a redução de mortes é significativa. “O número bruto ainda é alto, mas a redução é significativa. Conseguimos atingir uma maior quantidade de pessoas com as campanhas de conscientização, além de ter aumentado e focado a fiscalização especialmente em situações com infrações que acabam gerando em mortes ou lesões mais graves como embriagues ao volante, falta de uso de cinto de segurança e o excesso de velocidade. Acredito que, com isso, os números, após três anos consecutivos de aumento, diminuíram.”

Das 43 mortes no trânsito, a maioria foi com motociclistas, atingindo um total de 18 casos. Na sequência, as vítimas foram os pedestres. Para Régis, a vulnerabilidade da motocicleta e a forma com que o condutor dirige são os principais fatores para que esse número seja alto. “A moto é um meio de locomoção muito vulnerável, uma simples queda pode ocasionar em lesões graves. Então os motociclistas têm que andar com precaução e segurança, mas nem todo acidente é o motociclista que a causou. Muitas vezes o condutor do outro veículo que provocou o acidente”.


Principais locais com acidentes

Em Franca, os locais com mais acidentes fatais foram as avenidas e as rodovias que cortam a cidade. Somente na Avenida Major Nicácio, 52 acidentes foram registrados, dois com vítimas fatais.

Com 47 acidentes registrados, a Avenida Hélio Palermo também foi palco de um alto número de acidentes. Segundo a Polícia Militar, as principais vítimas foram motociclistas e pedestres.



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Sidnei
    12/01/2020
    Bom dia precisamos fazer uma campanha urgente na nossa cidade de educativas pra nossos trânsito ta de mas muitas imprudência os consultores não sabem o que preferencia ,pare ,linhas continua , sua preferência , parando na faixa de pedestres, estacionado em lugares proibidos e também os pedestres não ajudam
Veja mais Polícia

CLIMA EM FRANCA

30°
20°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: Data:
  • Quina:
    Sorteio: Data: