Servidores municipais decretam estado de greve a partir de hoje

Franca Local A- A+ 16/03/2014 Autor(a): Aline Faian Função: Repórter Foto(s): Angelo Pedigone/Comércio da Franca
Servidores municipais decretam estado de greve a partir de hoje

Luís Fernando Nascimento, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, em assembleia com a categoria no Teatro Judas Iscariotes na manhã de sábado

“A cidade pode parar”, alertou o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Franca, Luís Fernando Nascimento, depois de anunciar o estado de greve da categoria, a partir de segunda-feira, 17. Caso não haja negociação com a Prefeitura, haverá paralisação das atividades. A decisão foi tomada por aclamação, na assembléia realizada na manhã de sábado, 15, no Teatro Judas Iscariotes. 
 
No palco, perante os servidores, Nascimento rasgou a contraproposta da Prefeitura. O documento foi entregue ao sindicato na noite de sexta-feira, 14, após o prefeito Alexandre Ferreira (PSDB) ter faltado à reunião que ele mesmo agendou para às 18h30, tendo inclusive informado a imprensa do encontro. 
 
Segundo Nascimento, a comunicação de que não haveria reunião, mas a entrega de uma contraproposta, foi feita pelo próprio prefeito, por telefone, às 20h13. “Mais um vez ele provou que é arbitrário e desrespeitou o servidor e a democracia.” Os ataques ao prefeito vieram não apenas da diretoria do sindicato, mas de vários servidores que, publicamente, manifestaram o descontentamento com o chefe do Executivo. 
 
Na contraproposta, que foi lida para mais de 350 servidores, Alexandre se manteve firme nos 4,97% de aumento salarial que havia proposto no projeto de lei encaminhado à Câmara Municipal na terça-feira, 11, numa tentativa frustrada de que os parlamentares aprovassem em caráter de urgência. “Ele reuniu dez vereadores na calada da noite e pediu a aprovação, sem discussão prévia com a gente”, disse o representante dos servidores.
 
Nas tentativas de negociação que aconteceram durante a semana, o prefeito se mostrou pouco disposto a atender as reivindicações dos servidores e chegou a barrar os vereadores Nirley de Souza (DEM) e Luiz Carlos Vergara (PSB) em uma das reuniões. Ele alegou desconhecer a comissão formada pela Câmara para acompanhar as negociações e disse que se permitisse a participação deles, “teria que convidar todos os vereadores”. 
 
O petista Márcio do Flórida (PT), que foi o único parlamentar a comparecer à assembleia no sábado, protocolou uma emenda ao projeto de lei proposto por Alexandre para conceder aumento aos servidores. 
 
O texto, que também foi assinado por Vergara, acrescenta mais 1,41% na revisão geral anual - além dos 4,97% oferecidos pelo prefeito. Os vereadores justificaram a emenda como “necessária”, uma vez que o índice que orienta a correção dos salários (INPC/IBGE) é maior que aquele utilizado pelo Executivo (IPC/Fipe). 
 
LRF
Durante a rodada de negociações, o prefeito afirmou que seria impossível conceder 15% de reajuste nos salários por causa da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal). 
 
Segundo Márcio do Flórida, a Prefeitura pode utilizar para o pagamento de funcionários até 54% de sua receita corrente. “Aprovando nossa emenda, dando 6,38%, ele ainda estará abaixo (do máximo permitido pela LRF), em 51,30%. Então estamos provando em números que nossa emenda não é irresponsável”, disse. 
 
O documento enviado por Alexandre ao sindicato foi justificado como “o posicionamento do prefeito após estudos”. Além do reajuste de 4,97% - ante aos 15% pedidos pela categoria, o prefeito ofereceu abono salarial de R$ 210 (o valor é de R$ 200 e a categoria pediu R$ 240). Alexandre se negou a aumentar o número de vale-transporte (de 50 para 60), conceder adicional de 20% aos motoristas, pagar insalubridade aos agentes de saúde, entre outras reivindicações. 
 
A reportagem tentou contato com o prefeito Alexandre Ferreira na tarde de sábado para que ele comentasse a decisão da assembleia. A primeira-dama, Cynthia Milhim, que atendeu ao telefonema do Comércio, disse que ele havia saído, mas que pediria para ele retornar a ligação para comentar sobre a greve. Até o fechamento desta edição, porém, Alexandre Ferreira não entrou em contato.

13 Comentários

  1. 1 pessoa gostou Gostei

    Maria Cristina vc está meio por fora. Patrocinio Paulista não é o Céu que todos acham, o salário está defasado já faz tempo, os funcionários estão pedindo aumento. Somando os benefícios dá o valor que os funcionários de Franca recebem. Está tudo no mesmo buraco. A cidade não é tão pequena em verbas não, se quiser tem como pagar bem sim. A prefeitura vive gastando dinheiro com aluguéis de imóveis desnecessários, falta remédios nos postinhos entro outros casos. estão até comentando de fazer greve tbm.

  2. 1 pessoa gostou Gostei

    E brincadeira....Patrocínio Paulista..uma cidade bem menor que Franca oferece melhores salários e com uma arrecadação menor...e ainda vale alimentação de $500,00....Muito indignada!!!!!

  3. 1 pessoa gostou Gostei

    Lógico que vai haver colegas de trabalho que não vão aderir a greve, comodismo, fraqueza,conformismo,são adjetivos que fazem parte da vida de muitas pessoas, mas penso que a maioria está disposta a enfrentar esta guerra, a luta não será fácil, mas, unidos podemos alcançar nossos objetivos e com certeza aqueles que se acomodaram vão usufruir dos frutos colhidos, que isso não diminua nossa força, ao contrário que seja um grande estímulo!! Servidores, vamos a luta, olhem para os lados e vejam quantas coisas ao nosso redor nos favorecendo,o prefeito já cavou sua própria cova, é um fracasso político, esse é o nosso momento, a nossa hora, não deixemos passar essa grande oportunidade! Quanto ao último grande concurso, há vagas, falta funcionários em todas as pastas, sala de aula sem professores, unidades básicas de saúde sem enfermeiros para coordenar, e muito mais irregularidades que já foram denunciadas !!! Unidos somos muitos, guerra contra \ DOM ALEXANDRE\!!!!

  4. 20 pessoas gostaram Gostei

    GREVE! O problema não é só o salário... Estão faltando PROFESSORES na rede de ensino municipal... Tem escolas que estão juntando duas salas de aula para um professor tomar conta, pois não tem professores de apoio para substituir... estão faltando FUNCIONÁRIOS nas secretarias das escolas... estão faltando AJUDANTES GERAIS... tem ajudantes assumindo a limpeza (sozinhos) de mais de uma escola... Em outras secretarias faltam materiais para que os funcionários trabalhem com eficiência... ATENÇÃO para os que estão aguardando convocação do último concurso realizado pela Prefeitura: HÁ VAGAS... HÁ CARGOS VAGOS PARA PRATICAMENTE TODAS AS ÁREAS... E O PREFEITO NÃO QUER CONVOCAR MAIS NINGUÉM.... NEM REPOSIÇÃO DE FUNCIONÁRIOS ELE DISSE QUE VAI FAZER... FAÇAM VALER O DIREITO DE VOCÊS: ENTREM NA JUSTIÇA PARA QUE SEJAM CONVOCADOS... REPITO: HÁ INÚMEROS CARGOS VAGOS - FIQUEM ATENTOS!!!!!

  5. 15 pessoas gostaram Gostei

    GENTE, O PREFEITO ALEXANDRE SOMENTE DÁ CONTINUIDADE AO QUE VEM ACONTECENDO DESDE O GOVERNO DO GILMAR, QUE DAVA 5% DIVIDIDO EM I ANO. DEPOIS O SIDNEI NUNCA NOS VALORIZOU, CHAMAVA OS FUNCIONÁRIOS DE VAGABUNDOS E COLOCOU TODA A CIDADE CONTRA NÓS E NOS DAVA MÍSEROS AUMENTOS DEPOIS DE TAMBÉM ATROPELAR O SINDICATO. FAZIA O QUE QUERIA E DAVA O AUMENTO QUE QUERIA, SEM NEGOCIAR. HÁ 11 ANOS NÃO TEMOS AUMENTO REAL. HÁ 11 ANOS SOFREMOS, ESCUTAMOS COISAS, NÃO GANHAMOS O QUE MERECEMOS E PIOR NÃO SOMOS RESPEITADOS. CHEGOU A HORA, VAMOS LUTAR POR UM AUMENTO JUSTO, POR DIGNIDADE E RESPEITO.

  6. 13 pessoas gostaram Gostei

    Muitos funcionarios de longa data falando que a greve nao adiantaria nada, que nao mudara opinioes. Sao esses que travam a evolução, querem a mudança mas tem medo de encarar, zona de conforto excessiva . Lutem por seus direitos funcionarios, unidos somos o controle :)

  7. 31 pessoas gostaram Gostei

    GREVE JÁ! Por melhores condições de trabalho, por um salário mais justo e pela valorização do servidor público! Em 20 anos como servidora pública, eu nunca vi um desrespeito desses! E td isso ainda é pior porque nosso digníssimo prefeito é servidor público de carreira e sabe das nossas dificuldades e necessidades. A saúde está um caos sim! GREVE JÁ!

  8. 44 pessoas gostaram Gostei

    A insatisfação é geral, vamos nos unir em comparecer a câmara municipal, vamos ver de perto quem serão os vereadores que votarão a favor desse projeto pífio do nosso ilustríssimo prefeito, penso que se existir bom SENSO entre nossos vereadores, será inconcebível aprovar uma aumento salarial cujos índices são menores que a inflamação quanto a LRF( lei de responsabilidade fiscal) já sabemos que é outra balela do prefeito para que não reajuste os nosso salários! Servidores, saiam de sua zona de conforto, vamos á luta, vamos lutar por aquilo que nos é direito! Chega de CORONELISMO!!!!

  9. 11 pessoas gostaram Gostei

    É triste constatar que qualquer cidade menor da região, mesmo as vizinhas de Franca, valoriza mais o servidor, cujo salário real acaba sendo maior, em virtude dos benefícios que são inexistentes nessa última. O prefeito de Franca, em inúmeras situações, provou que só enxerga duas maneiras de resolver as coisas: a maneira dele e a maneira errada. A tentativa de aprovação de reajuste que ele promoveu, ignorando tanto a Câmara quanto os servidores, serviu para acentuar ainda mais o fato dele ser tão mal visto, até mesmo pelo seu secretariado. Com sua postura irascível e completamente alheia a qualquer tentativa de diálogo ou negociação, Alexandre conseguiu a façanha de queimar por completo a imagem de administrador competente que lhe foi legada por seu antecessor. Aproveitando a impopularidade do prefeito, creio que seja mesmo a hora dos servidores instaurarem a greve e exigirem um mínimo de respeito e melhores condições. Infelizmente, a maior prejudicada será a população, no final...

  10. 23 pessoas gostaram Gostei

    Compareci a assembléia e vi o quanto esse prefeito se acha o Rei, pode fazer o que quiser. Todos os servidores estão convidados a acompanhar a votação do aumento do prefeito na terça-feira as 14h na Câmara. Mas como já vi do que este prefeito é capaz já adianto: ele vai convocar os vereadores para uma reunião, vai prometer de tudo aos mesmos para que votem a favor (lógico que depois não vai cumprir nada que prometer aos vereadores), vai mandar o Buranelli com os guardas para a porta da Câmara para impedir a entrada dos servidores (desordeiros ele vai dizer) e mandará que seja descontado o dia de quem se ausentar ao trabalho para ir à votação. Vai agir como ditador que ele é. Não tenho medo, estarei lá na Câmara, e espero que os servidores comparecem em massa como compareceram à assembléia. Como dizia a música: Vem, vamos embora, que esperar não é saber. Quem sabe, faz a hora, não espera acontecer!

  11. 14 pessoas gostaram Gostei

    Trabalho na enfermagem há 5 anos,e conheco pessoas que ja trabalham há 10, 20,30 anos e vejo falar sobre o descasso das autoridades, quanto a nossa categoria. Que rala muito, ganha pouco e por cima temos que fazer milagres. Até quando vamos continuar,tendo que trabalhar em dois empregos fazendo plantões extrta, para cubrir as despesas do dia a dia. É vergonhoso o sálario de um aux de enfermagem,téc. de enfermagem.enf Padrão Vamos tbm nos unir,vamos pedir ajuda a população que tbm ve nossos esforços e sair pelas ruas pedir oque e nosso por direito,pq enquanto nos ficarmos esperando um aumento digno vamos trabalhar como escravos da saude enquanto os,PREFEITOS,VEREADORES,GOVERNADORES,SENADORES,PRESIDENTES,ETC GANHAM SEUS AUMENTOS DE SALRIOS DE 20,30,40,50,60,70,80,90,100 % SEM FAZER NADA NOS DEIXANDO DE LADO GREVE JÁ ,GREBE P OS PROFESSORES,FUNCIONARIOS PUBLICOS,FUNCIONARIOS DA SANTA CASA ,HOSPITAIS PARTICULARES VAMOS NOS REUNIR NUMA SO AÇÃO E TBM MOSTRAR QUE SOMOS CAPAZES VLW

  12. 20 pessoas gostaram Gostei

    Greve ja ,a saude de franca,educacao,obras,tudo esta doente O virus alexandre contaminou toda uma cidade ... Vamos servidores..fazer valer nossa voz... Chega d humilhaçoes....

  13. 95 pessoas gostaram Gostei

    Greve Ja. Professores q fazem dois turnos e tem q pagar o onibus para ir ao segundo turno devido poucos passes q a prefeitura oferece, almoço aos funcionarios eh arroz feijao e ovo frito e qdo nao eh ovo eh salsicha isso pq custa 8 reais por dia, o salario uma vergonha, prefeito nao esta nem ligando pra educaçao, saude um caos. Mas uma coisa eh certa, ninguem trabalha de graça, somos cobrados o dobro que um funcionario de empresa particular eh cobrado, se na saude esta um caos nao eh por problema dos funcionarios e sim resultado da ma administraçao. Muitos cidadao irao reclamar da greve mas eh um direito nosso como servidor, melhorando pra gente melhora pro povo tbm, falar q salario nao manda eh mentira, ninguem trabalha de graça, perdemos dias e horas estudando pro concurso, aguentamos humilhaçao diariamente de carguinhos comissionados q acham q podem e o que o prefeito faz com a gente eh desrespeitoso . Greve jaaa.

Comente esta notícia

Não serão publicadas mensagens/comentários que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto da matéria comentada. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do GCN Comunicação e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Seu comentário não será liberado instantaneamente. Antes, passará por análise da editoria on-line do portal.

*

*

*

Li e concordo com o código de conduta online.